sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Despejando coisas...

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

-Ando meio silencioso, e nunca achei tão importante me permitir isso quanto agora. Adorei um provérbio indiano que ouvi num documentário super cabeça - Caminho das indias - que diz assim:"Quando falares, cuida para que tuas palavras sejam melhores que o teu silêncio"
-Tô definitivamente sem saco pra certas coisas e algumas pessoas, ou melhor um certo tipo delas... aquelas do tipo "futilidade estética ambulante" lideram a lista com louvor.
- Sou um cara intenso, meus amigos me repetem isso o tempo todo e alguns até
se assustam em alguns momentos... mas o legal é que até intensidade amadurece e pode-se desfrutar dela com riscos mais calculados e consequentemente até optar por não vive-los.
- Ahhh! o valor de coisas construídas com a ajuda do tempo... elas  fazem toda a diferença na vida da gente. Engraçado que o tempo tem um efeito duplo e contínuo... a medida que vai passando, destrói  tudo aquilo que os olhos normalmente vêem a vai edificando aquilo que somente a alma e o espirito conseguem captar. No fim disso, o externo perde o valor que antes justificava e validava de forma nada convincente  o "Ser" ...
- Olha acredite... funciona: Seja fiel ao amor que você pode dar... não ofereça mais nem menos.No percurso vai perceber que ele é mais do que suficiente...
- Nada melhor quando se está com a auto-estima baixa, ouvir da diarista do vizinho ou de quem quer que seja - enquanto você passa na calçada - a seguinte peróla:
- Ê peixãooooooooooooo!!!!!
Quase voltei e falei pra ela...
- Deus lhe pague dona!!!

Aos meus amigos blogueiros uma gerundiada:

Estarei lendo os posts recentes e atrasados de voces... e estarei comentando na medida que for lendo. Ah sim! não me sinto obrigado a fazer não... é prazer mesmo! aliás exatamente a desobrigação é que me faz ter vontade de ler e comentá-los. E os que eu leio e comento são exatamente aqueles que não mendigam comentários... cobrança é o cão.

Abraçõesssssssssssss

19 contribuições para o avesso do Blog:

Emagrecida disse...

Estou navegando pelos blogs, achei o seu muito jóia! Sucesso sempre!!! Carol

Dama de Cinzas disse...

O tempo poderia melhorar a gente por dentro sem detonar por fora... Não aceito isso... ehehehe

Beijocas

Francisco disse...

Grande Robson!
Tava sumido, cara! Mas eu entendo!
Olha, este seu post é perfeito para o momento em que me encontro.
Valeu!
Um abração geminiano! rsrsrs

Elaine disse...

Olá!
Este é um comentário-convite.
Meu blog está completando neste mês um ano " no ar". Para celebrar e juntar gente interessante estou promovendo uma blogagem coletiva.
Ficarei feliz se você puder participar. Será um modo de divulgar seu espaço e conhecer outros blogs interessantes e que têm algo a dizer.
Conto por você.
O link para a inscrição é este:
http://elainegaspareto.blogspot.com/2009/08/convite-convocacao-pedido-promocao-ou.html
Elaine

Cris Animal disse...

Oi amore ! Tempão mesmo. Acho que entramos no mesmo processo de metamorfose....rs
Seu texto e o meu falam a mesma coisa!
Sabe, to querendoi me amar, to querendo me agradar, to querendo me ter, me conhecer, me desafiar por mim mesma e ir até onde eu determinar. Sou minha...simples assim.
O outro virá, mas já serei interia.
É tão importante isso, né?
Tão importante se sentir completo e do outro precisar apenas do amor para comnungar e compartilhar uma vida e não sugar. Diferença brutal

Beijo enorme pra vc.
Não suma mais....é uma ordem....rs


Fica bem!

Michelle Dangeli disse...

Te entendo bem... saudades de vc e dos teus textos tão intensos quanto vc. recadinho para os vips no meu blog. Bjão.

Marcelo disse...

É por estas e outras que digo: Gostou? Não gostou? Então, digitaqueeuteleio! rss

Essa do "peixão" é de levantar a auto-estima, hein? rss

Mas falando sério, esta sensação da embalagem que não tem produto a gente encontra em vários pontos e locais: na família e no trabalho. E a gente só percebe isso quando aparece uma "participação especial", como esta do "peixão" para nos mostrar que ainda somos Vivos aos olhos de alguém.

Estou dando aulas (e olha que são de sábado) para um público humilde mas que me dá um @uta prazer, justamente porque me vêem como o profissional que quero ser. Mostrando que o estress que passamos nos colégios particulares não são suficientes para nos deixar lá embaixo. Uma manhã por lá é desgastante, enquanto um sábado inteiro com os outros, torna-se prazeroso.

É só uma outra forma de se ouvir um "peixão", né não? rss
Abraço.

Serginho Tavares disse...

nada como descobrir com o tempo que as pequenas coisas são as que mais importam no final!

Marcos Campos disse...

êhhhh! Apareceu!!
Muito legal o texto, precisava de tempo mesmo, tempo com vc e tempo para o texti vir...
Abraço!!

Marcos Dhotta disse...

Momentos de relexão sempre cai bem,né não? Engraçado que alguns ditos dessa novela também me chamam a atenção. Principalmente as palavras daquele senhor...Acho que é um velho sábio que não me vem o nome agora.Ele por vezes me me fez pensar bastante. Enfim, gostaria de agradecer ( depois de longo e tenebroso inverno ) suas palavras de apoio. E dizer que as coisas se resolveram, finalmente. Valeu mesmo meu caro!

CARLA ROCHA disse...

Mas que bom te encontrar por aqui! Muita luz e paz por aí! Grande abraço, super semana!

Michele Moura disse...

"Seja fiel ao amor que você pode dar... não ofereça mais nem menos."

É por essa sinceridade que te admiro tanto!

E se por um lado sinto saudades de te ler quando te ausentas por muito tempo, por outro fico torcendo para que coisas incríveis estejam acontecendo pra justificar teu silêncio...

;)

james penido disse...

Parabéns pelo blog.Gostei muito do seu espaço.Cheguei aqui através do blog do Marcelo-Abrazar La vida.
Um abraço.Voltarei sempre.

Wirley disse...

E aí, Robson!! (:

Cara, que legal o seu espaço, suas histórias. Muito legal... De muito tempo atrás venho pra te agradecer em retribuição por um par de recados que você deixou em meu blog, poucos meses atrás.

E assim sendo, chego e encontro esses seus pensamentos tão bem encaixados no que se refere à sua escrita. Legal mesmo...

Abração pra você, e sucesso tb!! :)
WC - http://wirleycontaifer.blogspot.com/

Tom disse...

Rapaz, adorei a frase do documentário... hauahuahuha - vou pegar pra mim, posso?
Abração!

Marcos Dhotta disse...

Caríssimo Robson,
Tenho um selo para ti lá no meu Blog Caríssimas Catrevagens. O selo é: ESSE BLOG TEM E FAZ HISTÓRIA! Um grande abraço.

CARLA ROCHA disse...

Amigo, qualquer aparição sua é sempre bem-vinda! Abraço grande!

Pitty que Pariu disse...

Peixãooo foi ótimo. É algo intenso, que pelas bandas de onde vivo não é comum. Curti.

Segunda impressão disse...

Também sou muito intensa, o que em minha pessoa é uma qualidade e um defeito. Mas aos pouco to sabendo dosar tudo isso.
Sim, o valor de coisas construídas com a ajuda do tempo fazem toda a diferença. Penso que a paciência por esperar cada etapa traz mais solidez a tudo o qu construímos com amor.