terça-feira, 23 de março de 2010

E ela se foi...

terça-feira, 23 de março de 2010

Ela disse pra minha tia que nos próximos dias
iria fazer uma viagem...
- Posso ir com a senhora mamãe?
- Não... essa viagem eu terei que fazer sozinha. Nos dias que se seguiram
após duas internações ela se foi... quietinha, dormindo, em paz.
faria 97 anos de muitas histórias passadas e repassadas. Essa vida aqui
estava chata, enfadonha, monótona queria logo pular pra outra.Rever
os que há tempos se foram e dar uma animada por lá caso estivesse
parado e comtemplativo demais. Ela é assim, sempre foi... o natal
pra mim só acontecia em um lugar no mundo: na casa dela.
Ela era a dona das festas de final de ano. Ah! tempos incriveis aqueles.
Vou deixar um link que conta a historia do casamento dela, mas
pera ai, to falando do segundo casamento, que fique claro. Quando?
no anos 80.
Na explosão do movimento New Wave a velhinha arranjou um marido
e depois na mesma decada divorciou.Pensando bem... Vovó, acho que você
deve estar numa saia justa agora com seus dois maridos... que foram
bem antes de você. Mas isso é problema dos anjos agora, eles são treinados
pra isso e sei que a noticia já deve ter se espalhado por essas bandas daí:
- Sabe quem chegou?! Dona Alda!
- hmmm o negócio vai agitar por essas bandas celestes... tava precisando
mesmo.

O link onde postei a historia do casamento >
http://pensandout2.blogspot.com/2008/11/talvez-eu-seja-um-dos-poucos-netos-que.html

9 contribuições para o avesso do Blog:

Dama de Cinzas disse...

Que bom que parece que ela aproveitou a vida, quanta gente não faz o mesmo...

Que ela encontre a paz!
Beijocas

Lívia S. Franzoni disse...

Oiiiee Robson!!!

Sinto muito pela sua avó...
Me identifiquei muito com seu texto, suas palavras tão cheias de carinho fizeram eu me recordar da minha que já partiu à cinco anos... Com certeza elas estão em um lugar muito melhor do que nós, se divertindo muito, rsrsrs, e descançando em paz!!!
Realmente as festas nas casas de qualquer avó são inesquecíveis msm, não passa um dia sem que eu me lembre da minha!

Um ótimo dia para você..
Bjinhus

Francisco II disse...

Cara!
Vc me emocionou. De verdade!
Com toda a certeza ela deve estar dando muita risada com os ex maridos, e lembrando quanto coisa inutil e desnecessária fazemos aqui nessa vida.
Que ela te ilumine pra sempre!
Um abração!

Lobo Cinzento disse...

A partida faz parte. Um dia será a sua vez de se juntar a ela e aos anjos, para lá de cima rir dos que ficaram. Que bom que ela aproveitou a vida. Muitos partem antes mesmo de começar a fazê-lo.

Um abraço Robson!

Luciana P. disse...

Oi, Robson, muito legal a Dona Alda. Deve ter sido uma pessoa de paz e muito amor, pra conseguir permanecer tanto tempo por aqui. Eu, com a minha inquietação ariana, acho que vai ser bem difícil chegar aos setenta, quanto mais 96.
Admiráveis algumas pessoas. Essa deve ter sido uma. Beijos ra ti!

Michele Moura disse...

Que lindas tuas palavras pra ela!

Eu lembrava do texto sobre o casamento dela... ela deve ter sido uma pessoa admirável!
Aliás, deve ser uma pessoa admirável. Não é porque mudou de endereço, que perde suas qualidades.

Elas vão embora, mas não de verdade, porque deixam tanto de si com a gente e na gente...

um beijo, meu amigo

Cara de 30 disse...

Sentimentos à família.

É tão difícil falar sobre o assunto que não há nada mais a se dizer além do que já disse acima.

Abraço.

Marcos Dhotta disse...

Caríssimo Robson,

Que coisa linda... (ainda estou com um nó atravessado na garganta!). Também tive uma "vózinha" como a sua. E ao ler este post fiz resgates maravilhosos. Obrigado pela emoção de agora.

Denise disse...

Quando minha mãe se foi,ainda no velorio eu sorri para minha irmã e mesmo em meio a tanta tristeza (afinal ficariamos sem aquela luz pertinho de nós) eu disse:
Val...........pensa,vai ter festa todo dia lá na morada que ela esta indo,risadas varando a madrugada e musica da melhor qualidade(minha mãe tinha um gosto musical incrivel).
E os velhinhos que se cuidem pq a coroa vai botar pra quebrar (rs)
Sorrimos com os olhos cheios de agua,pois era justamente disso tudo e do melhoir abraço que ja conheci na vida,que nós duas e todos aqueles que a amavam,sentiriam falta.

Tenho a impressão que o "ceu" mudou depois que sua avó e minha mãe foram pra lá rs

Lindo aqui
grata por compartilhar