sexta-feira, 14 de novembro de 2008

O casamento de minha avó.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Talvez eu seja um dos poucos netos que teve a curiosa oportunidade de assistir ao casamento de um avô, no meu caso avó.
Hoje enquanto lavava algumas panelas e copos e talheres e pratos e ufa!
"Cozinha só é bom pra cozinheiro chefe, pois não precisa encarar o detergente e a bucha de cada dia."
O troço é chato no que diz respeito a ter sempre coisas para serem lavadas, e numa diferença de minutos entre uma e outra. E pode piorar. Normalmente quando você está lavando vem alguém pega um copo.Usa. E ei-lo novamente para ser lavado e o inferno bate palmas.
Mas falei de cozinha, por que sempre que estou lavando louças minha mente viaja léguas no passado e pior... no futuro... Conjecturas sobre os males de cada dia, coisinha boba.

Entre uma enxaguada e outra me veio a mente o segundo casamento da vovó.
Sim.Minha avó casou-se novamente na década de 80.Em meio a New waves, Madonna,Barão, Chacrinha, RPM, Legião , Monique Evans, Luiza Brunet e cia.

O casamento em si foi estranho e totalmente Nonsense. A vovó usava um tailleur - que num bom embromeition deveria ser talher em francês, que combina com cozinha, na mais infame das traduções – e um cabelo... aliás sempre me perguntei...
- Quem teve a idéia daquele cabelo Cyndi Lauper pra minha vó?! Estava como direi...
" Na cabeça errada ou o corpo no cabelo errado" sei lá... mas aquilo me causou certa angustia.
E o que falar da entrada dos noivos?! Foi a mais rápida que já vi. Minha vovózinha nos seus... bem não serei indelicado... alguns muitos anos de idade e seu noivo com outros muito mais do que ela, pareciam doidos pra tirar as teias da forca ou na pior das hipóteses, casar rápido antes que algum filho acordasse do impacto daquele casamento feito às pressas e vetasse com maioria perplexa de votos.
Bem, nada contra velhinhas casarem novamente, lógico! mas a vovó conheceu, namorou, noivou em apenas 1 mês?!... houve quem perguntasse baixinho entre um abano e outro de leques, sim casamento de velhinhas tem muitos leques.
- Será que ela esta grávida?!
- Menina nem te conto... dizem que ele fez mal pra ela!
Bem grávida ela não estava pra desgosto dos alcoviteiros de plantão, mas a parte curiosa não foi o casamento em si, mas o antes e o depois...
A esperta da velhinha, sabendo que os filhos – vários – poderiam acordar e não concordar com esse casamento às pressas, teve a grande sacada de procurar um por um dizendo que todos os outros já haviam concordado.
Totalmente constrangido "aquele", pra não ser o estraga-prazeres aquiescia e assim a senhorinha esperta conseguiu a benção da filharada toda.
Uns dois anos depois, se não me falha a memória, chego pra ela e pergunto:
-Vó, por quê a senhora resolveu se separar do Senhor X ?
Ela numa carinha sapeca responde...
- Eu hein?! homem mole! Muito devagar pro meu gosto ...
Depois dessa, eu não me surpreenderia nadinha, se ela saísse da sala malhando e cantando:
“Oh, let's get physical, physical; Let me hear your body talk”

Afinal estávamos nos anos 80 né?!

--------------
Physical: Sucesso gravado por Olivia Newton-John em 1981
Foto: internet

20 contribuições para o avesso do Blog:

CARLA ROCHA disse...

Além do "Flash Back" dos anos 80, sua avó é o máximo! O casamento "apressado" me fez pensar: para que perder tempo quando já sabemos exatamente como as coisas são???!!!??? Cabelo Cindy: pensa bem, naquela época não tínhamos muitas opções: Madonna, Cindy, Simone com aquele corte "Chitãozinho e Chororó"... CREDO!!!Só quem participou dessa época e hoje vê as fotos pra perguntar: "Meu Deus, como pude?"
Quanto a separação me fez lembrar d eum amigo que diz: "Mulher detesta homem bonzinho!" E viva a sua avó que gosta de ação!!! Beijo grande

Dama de Cinzas disse...

Casamento da vó deve ser tudo de bom... eheheh! Eu nem conheci vó e vô...

Eu gostaria mesmo era de assistir o casamento da minha mãe, com outro cara que não fosse meu pai, porque eles vivem numa guerra durantes anos e ainda se dizem casados... affe!

Gostei da história!

Beijocas

Beto Canales disse...

hehehe... na minha idade anos 80 representa saudade...

HSLO disse...

Nossa que tudo casamento de vó e vô...os meus são casados há 52 anos pense...ai.

abraços...

Luiz Gonzaga disse...

Avós... Casando!!!

Foge ao que chamamos de ORDEM NATURAL DAS COISAS. E é por isso que é fascinante.

Adriano Queiroz disse...

Ver uma vó casando é realmente lembrança que marca.
Muito boa a justificativa dela para separação.

Eu tb viajo lavando louça, apesar de detestar.

Abraços.

[Farelos e Sílabas] disse...

...


Hehehe!

Sua vózinha bem que poderia ser Maude, a personagem encenada há alguns anos atrás por Nathália Thimberg e, ano passado, por Glória Menezes. Uma velhinha extraordinária, à frente dos tempos!

Adianto que já gostei dela, amigão. Gosto de gente livremente feliz!

Bom fim de semana, meu caríssimo (superlativo proposital)!


P.S.: Considero terapêutico lavar louça. Trocaria muitos papos enquanto me visse lavar uns bons pratos e talheres... Hã? Não! Panelas já é terapia demais, né!...


...

Cami disse...

Putz!
Quando eu ficar velha, QUERO SER UMA VÉIA MASSA!!! assim, como a sua avó!

POxa, em plenos anos 80, tua avó com umas idéias bem século XXI.
Achei o máximo ela conhecer o segundo marido, namorar e casar tudo em um mês. Rapáaaaa o cara deve ser o "dimonho". Claro, se ela chamou o Sr. X de sujeito mole....

Desculpe o comentário mas, comento com todo o respeito e mesmo porque adoreeeeei ela mesmo!
Posta aí uma foto dela. Já tem uma fã!

Beijão!

Aline Dias disse...

Sabes que minha avó é assim també?!
Pra "frentex" ;)
Isso não é muito legal?

Beijo!

Cami disse...

Robson!
E vc tem toda a razão sobre o que me escreveu sobre o Tempo.

Beijão!

eliane disse...

Mas Robson, que coisa maravilhosa!
Eu tive o prazer de participar dos 50 anos de casados dos meus avós, lá nos anos 60.
Mas foi uma coisa normal, vó e vô bem comportados, casamento na igreja, festa comportada, todos os filhos, netos e bisnetos...
Adorei a sua avó. Imagine, lá nos anos 80, quando as pessoas mais velhas ainda se comportavam como pessoas mais velhas, ela saiu da fila, xingou a normalidade, bateu o pênalti e fez o gol
Maravilha.
grande beijo

Andréa disse...

Amei a história!!
Que vovó moderna!!
Aliás, costumava dizer que, quando fosse avó, meus netos comentariam sobre as minhas tatuagens, e até imaginava o diálogo:
"- Tá vendo aquela velhinha tatuada?
- Putz... tô sim. Por que?
- Porque ela é a minha avó Andréa!"

;-)

beijos,
Andréa

Marcella disse...

Olha, nem me impressiono com o que dissestes rsrs
Minha avó é igualziiinha
Se acha A jovem, é separa do meu avô e namora há uns 10 anos, ele vai la pra casa e dorme um ou dois dias com ela, um fogo só hahaha
Eu heim, tudo bem ela ser feliz...mas as vezes é estranho esse jeito dela! Acho que vc me entende! rsrs
beijos!

Jana disse...

Rárárárá.
Robson: tu realmente me diverte.
O cabelo a lá Cindy me fez rir alto aqui.
Genial.
Já sou fã da sua vó.

:)

nina disse...

Nunca eh tarde pra recomeçar. Eu mesma acho que só vou me casar com sessenta anos. Por enquanto, quero ficar longe disso. Acho casamento lindo, mas nao pra mim, nao agora. (e nem daqui há vinte anos!)

Conde Vlad Drakuléa disse...

Década de 80, que melancolia nostálgica daquela época... Grande sorte teve sua avó, em também viver naquela época... Grande abraço querido Robson :)

Robson disse...

Pois é pessoal.A velhinha tá firme ainda - com 97 anos hoje - e só não apronta mais casamentos porque os anos 80 ficaram pra trás...
Abraços

Mary West disse...

Quando criança eu ficava enfurecida pelo fato de naum ter estado presente no casamento dosa meus pais. Até hj riem da minha cara por conta disso.

felipe lima disse...

que vovó esperta. deve ter sido feliz.

Vovó Lucia - a "Bo" do Matheus disse...

Sua avó me fez lembrar da minha avó Domiciana, que sempre foi uma mulher além do seu tempo.
Agora sou uma avó, tenho 44 anos e estou namorando. Meu neto curte meu namorado.
Adorei seu blog.